Jorge Eduardo

Jorge_Eduardo-retrato

Jorge Eduardo nasceu no Rio de Janeiro, em 1936. Aos 20 anos ingressou na Faculdade Nacional de

Arquitetura e dois anos depois foi à Europa – França, Inglaterra, Bélgica, Holanda e Itália –, de onde trouxe muitos desenhos e aquarelas.

Graduou-se em Arquitetura, mas trabalhou apenas dois anos como arquiteto. Foi ilustrador em agência de publicidade, e posteriormente dono de agência, até 1977.

Pintor autodidata, começou sua carreira artística em 1972. Fez muitas paisagens e florestas imaginárias em óleos, desenhos e aquarelas. A partir de 1981 dedica-se à pintura, desenvolvendo um trabalho hiper-realista.

Cenas e paisagens são ajustadas em janelas encontradas em demolições, que se transformam em molduras.

Em 1982, numa exposição coletiva realizada na FUNARTE (Fundação Nacional de Arte) seu trabalho chama a atenção do marchand Jean Boghici, que em 1984 organiza, no Copacabana Palace, uma exposição sobre o Rio de Janeiro com obras de Gustavo Dall’Ara e Jorge Eduardo.

Em maio de 1986, Jorge faz sua primeira exposição internacional, em Paris, na Galerie 1900-2000, de Marcel Fleiss.

Em 1991 realizou uma exposição individual na Kouros Gallery, em Nova York, mostrando suas janelas e uma nova criação: os ilujetos. Em 1995 pintou o ilujeto “Bandeira do Brasil”, que reproduz a grande bandeira que fica hasteada na Praça dos Três Poderes, em Brasília. O trabalho foi doado

e se encontra no Palácio do Planalto.

Em 1996, patrocinado pelo Banco Icatu, Jorge Eduardo fez muitas viagens pelo Brasil, fotografando praticamente todas as regiões. A partir desse registro fez 70 aquarelas, que compõem o livro “Aquarelas do Brasil”, lançado em 1999.

A partir de 2002, paralelamente aos quadros, janelas e retratos, Jorge Eduardo vem se dedicando a criar ilujetos de carros. Os cinco primeiros foram expostos na Art Miami 2003 pela Galeria Mauricio Pontual.